Música Popular Brasileira em Pauta

Entre os dias 16 e 18 de outubro, o Centro da Música da Fundação Nacional de Artes (Funarte), em parceria com o Programa de Pós-Graduação Profissional em Música da UFRJ (Promus), realizará o Seminário Música Popular Brasileira em Pauta.

  Fotos: Divulgação
  nicolecosta paulaborghi
  Algumas das atrações. Nicole Costa (acima) e Paula Borghi (abaixo).

Marcado para a Sala da Congregação da Escola de Música e com entrada franca, o seminário reunirá alunos, professores e gestores culturais de todo o país para uma discussão sobre a música popular brasileira nas universidades e nas políticas culturais. Entre os temas a serem debatidos, alguns se destacam: o ensino técnico e superior da música popular, os acervos musicais, a música nos estudos interdisciplinares e a cooperação entre instituições de educação e cultura. “Como desdobramento, esperamos que o seminário aproxime atores diversos e favoreça a atuação em rede, de forma colaborativa, em torno de algumas pautas, como a difusão do repertório musical brasileiro”, afirma Marcos Souza, diretor do Centro da Música.

Aloysio Fagerlande, coordenador do PROMUS, sublinha a importância da iniciativa para a mais jovem pós-graduação da Escola de Música. “O evento é muito importante para o Programa porque ajuda a consolidá-lo nacionalmente, além de mostrar sua face plural, onde todos os gêneros musicais estão presentes, e a riqueza da sua produção”, destaca.

Convidados de instituições de ensino de várias regiões do país participam dos debates, entre elas a Universidade Federal do Pará (UFPA), a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), A Universidade de São Paulo de Ribeirão Preto, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a Universidade Estadual Paulista (UNESP), a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), além de Conservatórios de Minas Gerais e a Casa do Choro, no Rio.

Afora os debates, a programação engloba a exposição de projetos e iniciativas que exemplificam as interações entre universidades e instituições culturais. A antropóloga Nicole Costa falará sobre a gestão do Paço do Frevo, chamando atenção para as conexões do Observatório do Frevo com a Universidade Federal de Pernambuco. E a instrumentista Paula Borghi, aluna do PROMUS, apresentará o resultado de seu trabalho de conclusão de mestrado: um site com dez partituras de obras inéditas de Mauricio Carrilho para violão e vídeos gravados na Casa do Choro.

A programação conta, ainda, com as apresentações do Bandolim Trio (Daniel Migliavacca, Tiago Santos e Vitor Casagrande, mestrandos do PROMUS); do instrumentista José Gustavo Julião de Camargo, que fará um concerto solo de viola caipira; e de Maria Eugênia Almeida, que apresentará o espetáculo Planta do Pé, que mescla falas e coreografias, convidando o público a conhecer um pouco das danças tradicionais brasileiras. Em grande estilo, uma roda musical (Jam session) encerrará o evento.

SERVIÇO
Sala da Congregação da Escola de Música. Rua do Passeio, 98 – Centro – Rio de Janeiro – Sala da Congregação. Lotação: 60 lugares. Informações: 21 2279-8109 (Funarte).

 

MÚSICA POPULAR BRASILEIRA EM PAUTA – PROJETO FUNARTE UNIVERSIDADES
De 16 a 18 de outubro de 2018

PROGRAMAÇÃO

16/10, TERÇA-FEIRA

9h/9h30h

CADASTRAMENTO

9h30/10h30

ABERTURA
Marcos Souza (Cemus/Funarte), Eulícia Esteves (Cemus/Funarte), Maria José Chevitarese (UFRJ), Aloysio Fagerlande (Promus/UFRJ), Jacyan Castilho (Capes/Artes).

10h30/12h30

A MÚSICA POPULAR BRASILEIRA NAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE CULTURA
Elizeth Higino (Biblioteca Nacional), Mário Chagas (IBRAM), Ellen Krohn (IPHAN), João Pinho (Ancine). Mediação: Eulícia Esteves (Funarte).

12h30/14h;

Intervalo para almoço

14h/16h

A MÚSICA POPULAR BRASILEIRA NAS UNIVERSIDADES
Budi Garcia (Unicamp) José Julião de Camargo (USP-RP), Luciana Prass (UFRGS), Cliff Korman (Uni-Rio). Mediação: Henrique Cazes (UFRJ).

16h/16h30

Coffee break

16h30/17h

Bandolim Trio

17h/17h40

Maria Eugênia Almeida – Planta do Pé (um passeio pelas danças tradicionais brasileiras)

17/10, QUARTA-FEIRA

9h30/11h30

INTERAÇÕES DESEJÁVEIS – INTERCÂMBIO ENTRE UNIVERSIDADES E INSTITUIÇÕES CULTURAIS
Maya Suemi Lemos (Funarte), Ana Ligia de Medeiros (Casa de Rui Barbosa), Cláudia Castro (Museu Villa Lobos/IBRAM), Paulo Castagna (UNESP) e Rubens Ricciardi (USP-RP).

11h30/12h30

RODA DE CONVERSA

12h30/14h

Intervalo para almoço

14h/16h

EXPOSIÇÃO DE PROJETOS
Nicole Costa (Paço do Frevo/PE), Jayme Vignoli (Casa do Choro/RJ) e Paula Borghi (Casa do Choro/Promus)

16h/16h30

Coffee break

16h30/17h20

José Gustavo Julião de Camargo – Revoredo (viola caipira solo)

18/10, QUINTA-FEIRA

9h30/11h

ENSINO TÉCNICO DA MÚSICA POPULAR: CONEXÕES COM A UNIVERSIDADE
Luiz Fernando Giori (Conservatórios Estaduais de Música/MG), Carlos Augusto Pires (UFPA), José Maria Braga (Escola de Música Villa-Lobos RJ). Mediação: Fábio Nin (Escola de Música/UFRJ).

11hh/11h30

Coffee break

11h30/13h

MÚSICA E INTERDISCIPLINARIDADE
Felipe Barros (IFRJ), Rubens Lima Jr. (Uni-Rio), Lia Rejane (CBM), Roberto Guimarães (Lab Sonic /Oi Futuro). Mediação: Ana Luísa Lima (IFRJ).

13h/14h30

Intervalo para almoço

14h/16h

CONSTRUINDO A REDE DE TROCAS, ENCAMINHAMENTOS

16h/18h

Roda musical (Jam session)

Última modificação emSexta, 05 Outubro 2018 16:52

Correspondência

Programa de Pós-Graduação Profissional em Música da UFRJ (PROMUS)
Escola de Música - UFRJ
Edifício Ventura Corporate Towers
Av. República do Chile, 330
21o andar, Torre Leste
Centro - Rio de Janeiro, RJ
CEP: 20.031-170

(21) 2262-8742
promus@musica.ufrj.br

Redes sociais