Concertos UFRJ está de volta

Após uma interrupção de três meses, em que a rádio MEC reformulou completamente sua produção, o programa radiofônico Concertos UFRJ, resultado de um convênio da Escola de Música (EM) com a emissora, volta ao ar no final de março em nova roupagem e horário. A partir do dia 18 o público poderá matar a saudade – encontro marcado com a boa música toda quarta-feira, às 22h, na sintonia 99.3 FM.

  Reprodução
 
  Gravação do programa (2018) nos estúdios da MEC-FM com Ana Azevedo, piano (à época mestranda do PROMUS), Lipe Portinho, contrabaixo (mestre em música-PROMUS) e Pille-Rite Rei, canto e saxofone (aluna de intercâmbio da Malmo Academy of Music, Suecia). Aloysio Fagerlande é o segundo da esq. para dir.

Concertos UFRJ, transmitido pela primeira vez em agosto de 2010, completa em 2020 dez anos. Desde 2016 a curadoria é do Programa de Pós-Graduação Profissional em Música da UFRJ (PROMUS), com apresentação de Aloysio Fagerlande, seu atual coordenador.

Novidades

O professor antecipa que na nova fase as séries temáticas ganharão atenção especial. A primeira, “Villa-Lobos e a Escola de Música da UFRJ”, destaca a música do compositor para orquestra sinfônica, grupos de câmara, instrumentos solistas, sempre com a participação de músicos ligados à EM e ao PROMUS.

“Serão duas edições com gravações ao vivo da Orquestra Sinfônica da UFRJ (OSUFRJ) regida por Roberto Duarte e intercaladas com comentários do próprio maestro, especialista em Villa-Lobos e revisor de sua produção orquestral.  A seguir, mostraremos parte da sua maravilhosa música de câmara em interpretações icônicas de Noël Devos, Heitor Alimonda e Celso Woltzenlogel”, revela o docente.

Uma das figuras mais criativas do séc. XX na nossa música de concerto, a importante produção do compositor para violão não poderia ficar de fora. Ela será apresentada pelo professor Paulo Pedrassoli, que gravou a integral do compositor para o instrumento.

Uma parte pouco conhecida da vasta produção de Villa-Lobos é a escrita para banda, comenta Fagerlande.  “Apresentaremos essa faceta de sua produção com gravações da Orquestra de Sopros da EM, tendo como solistas docentes como Eduardo Monteiro, Cristiano Alves, Pedro Bittencourt, e depoimentos de Marcelo Jardim, regente do grupo e especialista no tema”, disse.

Relevância

“Mesmo com o predomínio da Internet no campo da comunicação social a radiodifusão continua relevante, sobretudo se integrada às novas tecnologias, como é o caso de Concertos UFRJ”, afirma. E acrescenta: “é cada vez mais relevante que a universidade mostre à sociedade o que faz, e Concertos UFRJ é forma de demonstrarmos a qualidade da nossa produção artística”.

Todos as edições, logo após serem veiculadas, são disponibilizadas no podcast do site do PROMUS e contitui um importante repositório da produção artística de docentes e discentes.

Última modificação emSábado, 23 Mai 2020 22:24

Correspondência

Programa de Pós-Graduação Profissional em Música da UFRJ (PROMUS)
Escola de Música - UFRJ
Edifício Ventura Corporate Towers
Av. República do Chile, 330
21o andar, Torre Leste
Centro - Rio de Janeiro, RJ
CEP: 20.031-170

(21) 2262-8742
promus@musica.ufrj.br

Redes sociais