Programa de Pós-Graduação Profissional em Música da UFRJ


Área de Concentração: Práticas Interpretativas

Descrição: A Área de Práticas Interpretativas é voltada para a formação de profissionais nas áreas da execução instrumental e vocal, assim como da regência de conjuntos instrumentais e vocais. Ela também abrange o estudo de estratégias de desenvolvimento das respectivas pedagogias.

 

Linhas de Pesquisa

1) Processos de Desenvolvimento Artístico
Descrição:
• Objetiva a formação continuada de profissionais especializados em práticas musicais avançadas e transformadoras de procedimentos nas atividades interpretativas musicais, englobando o domínio individual do meio expressivo (instrumento específico, voz, regência, etc.), a experiência orientada da prática coletiva, como também a formação em atividades auxiliares na construção da carreira de intérprete musical.

2) Pedagogia Instrumental/Vocal/Regências
Descrição:
• Objetiva a formação continuada de profissionais especializados em práticas docentes avançadas e transformadoras para atuar, especificamente, por meio da prática de ensino de instrumentos musicais ou canto, nas modalidades coletiva, individual ou à distância, em projetos de música pertencentes ao ensino básico, comunidades diversas ou a própria Universidade.

 

Objetivos

O Mestrado Profissional em Música da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ tem por objetivo formar profissionais qualificados para o exercício das práticas avançadas em música - especialmente aquelas ligadas à pesquisa aplicada, ao desenvolvimento artístico, científico e tecnológico e à docência, especialmente nas questões de interesse nacional -, e destinados aos setores privado e público.
Objetivos específicos:
a)Fomentar a articulação entre os conhecimentos atualizados na área e linhas de pesquisa aplicada tradicionais em música, bem como a consolidação desses conhecimentos nas diversas práticas profissionais;
b)Formar profissionais qualificados para gerar novos conhecimentos, com vistas ao desenvolvimento ou aprimoramento de produtos, processos e sistemas associados ao campo da música;
c) Desenvolver pesquisas que contribuam para a inovação e o avanço das áreas de atuação profissional em música, bem como atendam às necessidades postas pelo seu universo profissional;
d)Desenvolver e aprimorar perfis profissionais qualificados e flexíveis que atendam às necessidades do trabalho em música;
e)Minimizar o impacto negativo das distorções causadas pelo confronto entre os percursos formativos extremamente especializados, comumente ofertados pelos cursos de graduação, e a necessidade de abordagens interdisciplinares para a solução de problemas frequentemente postos pela realidade do trabalho em música no Brasil.

 

Justificativa

Dentre os diversos perfis profissionais demandados pelo mercado profissional em música, destacam-se dois, que serão oferecidos pelo Programa de Pós-Graduação Profissional em Música da EM/UFRJ - PROMUS: o artista/instrumentista/regente/cantor, e o professor de instrumento/regência/canto. Estes são os perfis profissionais mais comumente demandados pela sociedade, e muito frequentemente eles se combinam nas linhas de atuação profissionais de indivíduos artistas/professores. Muitas das atividades profissionais resultam em produtos claramente distinguíveis dos produtos tradicionalmente resultantes das pesquisas acadêmicas. Estas últimas produzem reflexões críticas acerca da música, estando o seu foco principal não na realização prática de produtos artísticos ou de experiências educacionais ou gerenciais, mas sim na investigação de aspectos advindos destas práticas e produções, sendo os seus resultados apresentados e divulgados em formato de textos e publicações (produção bibliográfica acadêmica tradicional). Já as atividades profissionais em música resultam em produtos artísticos (composições, apresentações públicas, registros fonográficos, etc.), materiais didáticos, experiências pedagógicas, entre outros. Tais produtos advindos das práticas profissionais tradicionais em música somente encontram espaço no modelo acadêmico enquanto objeto de reflexões críticas, sendo o seu fazer, neste modelo, uma atividade que não é necessariamente avaliada enquanto exigência da formação. Esta distinção entre produtos gerados, métodos de abordagem e objetivos é o motivo pelo qual em regiões altamente desenvolvidas na área da formação musical coexistem a formação acadêmica e a profissional nos cursos de pós-graduação. No entanto, a consolidação dos programas de pós-graduação em música no Brasil adotou unicamente o formato de cursos acadêmicos, privilegiando a formação de pesquisadores na área, deste modo exigindo dos docentes e discentes participantes destes programas prioritariamente a elaboração de produtos acadêmicos (teses, dissertações artigos), relegando a produção musical mais direta (composições, apresentações artísticas, registros fonográficos, materiais didáticos, ações pedagógicas, etc.) ao papel de objeto de estudo. A implantação do PROMUS atenderá, portanto, a significativa demanda por espaços de formação e qualificação profissional nesta área, abordando de forma mais direta as necessidades postas pelo mercado de trabalho.

Última modificação emTerça, 19 Setembro 2017 13:35
voltar ao topo

Correspondência

Programa de Pós-Graduação Profissional em Música da UFRJ (PROMUS)
Escola de Música - UFRJ
Edifício Ventura Corporate Towers
Av. República do Chile, 330
21o andar, Torre Leste
Centro - Rio de Janeiro, RJ
CEP: 20.031-170

(21) 2262-8742
promus@musica.ufrj.br

Redes sociais